quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

nostalgia





Há uma nostalgia
que ao peito assoma
no aperto vindo de mansinho.
Instala-se sem pudor
ao espaço desta saudade
na chuva que aos olhos adivinho.


Para todos, um Próspero 2010, repleto de saúde, amor, amizade e poesia...

1 comentário:

Jaynois disse...

Amigo, passei por aqui e li este seu pequeno e bonito poema, que espelha um pouco a minha maneira de sentir. Espero que me perdoe a ousadia, mas copiei-o e publiquei-no meu blog, naturalmente mencionando o seu autor. Tudo de bom para si, e um abraço do
Jaynois